Paredões de rochas formam cânions pela cidade, o mais conhecido e visitado é o Cânion São Cristóvão, localizado no Bairro São Cristóvão, logo no acesso principal ao município.

Edificada em 1912, a casa centenária localiza-se em Linha Tigrinho Alto, na propriedade de Domingos Mezacasa, que a mantém intacta até nos dias de hoje. A casa foi construída pelo pai de Domingos, Seu Guerino, um dos primeiros colonizadores de Nova Bréscia, onde se instalaram primeiramente em Linha Tigrinho Alto, juntamente com as famílias Casaril, Daroit e De Mamam. A casa conta ainda com objetos antigos, sendo o mais antigo uma serra de cortar madeira oriunda da Itália, e que tem mais de 100 anos. A arquitetura italiana, como portas, janelas, maçanetas, ainda são em madeira originais da casa.

Construído em 1989, o monumento visa homenagear a todos os churrasqueiros que oriundos de Nova Bréscia migraram para outras cidades levando o nome de Nova Bréscia. Conhecida como a Terra dos Churrasqueiros, Nova Bréscia hoje conta com uma população de pouco mais de 3 mil habitantes, população que já foi de 12 mil, devido aos jovens daquela época não terem muitas opções, eles acabavam saindo para trabalhar nas churrascarias de parentes. Em fevereiro de 2011, ocorreu na Praça da Matriz, juntamente com o Monumento, o Primeiro Encontro dos Churrasqueiros, que visou reencontrar todos aqueles que saíram de Nova Bréscia, foram 8 dias de churrasco sem parar, consumindo um total de 15 toneladas.

Em 19/06/1936 iniciava-se a construção da nova Igreja Matriz, inaugurada em 17/02/1952 construída em pedra basalto.

A casa Canônica e a torre foram inauguradas em 24/06/1956 por D. Vicente Echerer.

A torre possuí 47 metros de altura e lindos sinos, que testemunham o valor e a dedicação dos homens heróicos na fé em Cristo, e são marcos eternos da união comunitária e incentivos aos brescienses.

 

Please publish modules in offcanvas position.